Togetherness Visit Center of Portugal
Reserva Botânica do Cambarinho

Uma floresta encantada

Vouzela é uma vila encantadora situada a 25 km de Viseu que será o primeiro município no país a envergar a certificação internacional turística "Biosphere Destination". Toda a região de Vouzela apresenta uma profunda riqueza em termos de património natural. A Reserva Botânica do Cambarinho é apenas um dos seus inúmeros atractivos naturais.

Situada na vertente norte da Serra do Caramulo, a Reserva Botânica do Cambarinho é um recanto mágico, integrado na rede Natura 2000. Esta reserva botânica ocupa uma área de 24 hectares e é famosa pela sua enorme biodiversidade e espécies naturais altamente valiosas.

O loendro (Rhododendron-ponticum, subsp beaticum) constitui a espécie botânica mais importante da Reserva Botânica do Cambarinho. Trata-se de um arbusto de grandes flores violáceas, que pode chegar aos três metros de altura, pertence à família botânica das ericáceas. É uma espécie endémica rara do sudoeste da Península Ibérica, uma verdadeira relíquia da Laurissilva, um tipo de floresta húmida subtropical que durante o Terciário cobria grande parte do Sul da Europa e Norte de África.

O Circuito pedestre do Cambarinho situa-se no coração da Reserva Botânica do Cambarinho. Trata-se de um percurso circular, com uma extensão de 1,4 km. Este circuito profundamente diversificado acompanha a ribeira do Cambarinho. Uma rota encantada pelos deslumbrantes loendros.

O Município de Vouzela criou o primeiro parque natural de gestão local, o Parque Natural Vouga Caramulo. São 11.739 hectares entre a Serra do Caramulo e o Rio Vouga. Neste Parque Natural, a combinação entre a vegetação e o relevo é particularmente favorável à prática de desportos de natureza, como escalada ou BTT, enquanto forma de imersão no território. Na altura da sua classificação, a floresta e os bosques eram dominados por carvalhos (Quercus spp.), apesar da imensa biodiversidade que caracteriza o local. Na floresta da Penoita, a fusão de espécies nativas e exóticas confere uma beleza singular, e no ribeiro Cambarinho, encontra-se a maior população portuguesa de oleandro (Rhododendron-ponticum spp.), um endemismo ibérico da floresta Laurissilva, ex-libris do concelho, que floresce em Maio e é dispersa pelos cursos de água.

Reserva Botânica do Cambarinho Reserva Botânica do Cambarinho Reserva Botânica do Cambarinho Reserva Botânica do Cambarinho Parque Natural Vouga Caramulo Parque Natural Vouga Caramulo Parque Natural Vouga Caramulo Parque Natural Vouga Caramulo