Cidades

Festa dos Tabuleiros

Edição 66 — 07.11.2022 • 20.11.2022
Festa dos Tabuleiros

No tempo em que D. Dinis obtinha do papa João XXI a criação da Ordem de Cristo, a Rainha Santa Isabel fundava as Irmandades do Espírito Santo, que celebravam o Pentecostes. A Ordem prestou extraordinários serviços a Portugal e as Irmandades iniciaram um grande movimento de solidariedade Cristã. O Pentecostes evoca a descida do Espírito Santo sobre os Apóstolos e a celebração adapta reminiscências de rituais pagãos, alguns dos quais perduram na Festa dos Tabuleiros.

As festas de Tomar, conhecidas pelo menos desde o século XVII, têm preservado rigorosamente os seus aspectos mais importantes. Perdido o ritual dos “Impérios” com a coroação dos Mordomos e Festeiros, mantém a tradição original. É o cortejo, a benção do pão, os pendões e as Coroas do Espírito Santo, a forma dos tabuleiros, o simbolismo da virgindade expresso pela alvura das vestes das raparigas que os transportam à cabeça, e a “Pêza”: um cerimonial de confraternização que persiste, na distribuição pelos pobres de pão benzido, carne e vinho.

Os Tabuleiros encimados pela coroa rematada pela Cruz de Cristo ou pela pomba do Espírito Santo, desfilam numa explosão de cor, que contrasta com a simplicidade do ornamento dos trajos brancos das moças que os transportam à cabeça e com a modéstia do povo de Tomar. Elas, vestidas de branco com cores vivas à cintura e a tiracolo, levando à cabeça os tabuleiros; eles, de camisa branca e calça preta, com cinta preta à cintura e de gravata da cor das fitas da raparigas.

A Festa dos Tabuleiros realiza-se a cada 4 anos, no início do mês de Julho, em Tomar.

A próxima edição deste evento icónico acontecerá de 1 a 10 de Julho de 2023, em Tomar. No dia 10 de Abril de 2022, realizou-se a "reunião do povo" que elegeu o Sr. Mário Formiga como mordomo da edição de 2023, sucedendo à primeira mulher mordoma, na história da Festa dos Tabuleiros, a Sra. Maria João Lima Morais, que assumiu funções na última edição, realizada em 2019.

Abertura das ruas ornamentadas

A Festa dos Tabuleiros é, essencialmente, uma festa de cor e de movimento.

A ornamentação das ruas consiste numa das formas mais típicas de expressar a alegria da população, sobretudo no centro histórico da cidade, onde as pessoas são muito conscientes da sua identidade.

Nesse sentido, centenas de pessoas dedicam milhares de horas a produzir milhares de flores de papel que servirão para adornar as suas ruas.

Os habitantes decoram as ruas e é deles essa responsabilidade. Até à abertura oficial das ruas populares, o segredo fica bem guardado. O talento e o trabalho dos "decoradores" são premiados e avaliados pela comissão que oferece tabuleiros que valorizam a cor, a harmonia e a tradição de todas as ruas em competição.

Procissão dos mordomos

Nos primórdios, a procissão dos mordomos era um hino à riqueza, simbolizada pelos bois. "Os bois do Espírito Santo", como lhes chamavam, desfilavam perante os habitantes locais. Logo se sacrificavam e se repartia a carne pela população, fossem ricos ou pobres, uma recordação de um novo mundo baseado no valor da fraternidade.

No entanto, a tradição de sacrificar os bois foi abandonada em 1966. Desde então, os açougues só distribuíam carne às famílias pobres da cidade.

Todavia, os bois continuam a ser adornados com colares de flores e pendentes, desfilando pelas ruas ao som do fogo de artifício, das gaitas de foles e da banda de música. Alguns carrinhos puxados por cavalos transportam os mordomos, os convidados e diversos cavaleiros seguem ao lado.

Procissões parciais dos Tabuleiros

Estas procissões decorrem no sábado de manhã.

Cada paróquia parte de um ponto diferente, dirigindo-se ao edifício da Câmara Municipal, e culmina o percurso na Mata dos Sete Montes, onde se reúnem todas as procissões das paróquias em exposição até à grande procissão de domingo.

Procissão das Coroas e dos Estandartes do Espírito Santo

A Procissão das Coroas é o primeiro acto solene da Festa dos Tabuleiros. Antigamente, servia para anunciar à população a próxima celebração da festa mais importante. As ruas adornam-se de colchas coloridas que caem das janelas e o chão cobre-se de plantas. À medida que a procissão avança, os habitantes vão atirando flores, produzindo um efeito colorido inigualável de alegria, tão característico da Festa dos Tabuleiros. À frente do cortejo, segue o porta-estandarte a anunciar a procissão, seguindo-se as gaitas de foles, os tambores, a banda de música, o Estandarte do Espírito Santo, as três Coroas do Espírito Santo da cidade, as 16 paróquias de Tomar, representadas por um Estandarte e uma Coroa, os membros das distintas comissões e a população.

Procissão dos Tabuleiros

A procissão principal ocorre no domingo com todos os desfiles das diferentes paróquias que saem da Mata dos Sete Montes até à Praça da República. As mulheres sustêm os seus tabuleiros no chão durante a missa dominical e, enquanto os sinos da igreja tocam pela terceira vez em absoluto silêncio, as mulheres voltam a recolher os tabuleiros para a benção.

Partilhe esta página
Comece a escrever para obter resultados
Edição 68
05.12.2022 • 18.12.2022
Edição 67
21.11.2022 • 04.12.2022
Edição 66
07.11.2022 • 20.11.2022
Edição 65
24.10.2022 • 06.11.2022
Edição 64
10.10.2022 • 23.10.2022
Edição 63
29.08.2022 • 11.09.2022
Edição 62
15.08.2022 • 28.08.2022
Edição 61
01.08.2022 • 14.08.2022
Edição 60
18.07.2022 • 31.07.2022
Edição 59
04.07.2022 • 17.07.2022
Edição 58
20.06.2022 • 03.07.2022
Edição 57
06.06.2022 • 19.06.2022
Edição 56
23.05.2022 • 05.06.2022
Edição 55
09.05.2022 • 22.05.2022
Edição 54
25.04.2022 • 08.05.2022
Edição 53
11.04.2022 • 24.04.2022
Edição 52
28.03.2022 • 10.04.2022
Edição 51
21.03.2022 • 27.03.2022
Edição 50
07.03.2022 • 13.03.2022
Edição 49
28.02.2022 • 06.03.2022
Edição 48
21.02.2022 • 27.02.2022
Edição 47
14.02.2022 • 20.02.2022
Edition 46
07.02.2022 • 13.02.2022
Edição 45
31.01.2022 • 06.02.2022
Edição 44
24.01.2022 • 30.01.2022
Edição 43
17.01.2022 • 23.01.2022
Edição 42
10.01.2022 • 16.01.2022
Edição 41
27.12.2021 • 02.01.2022
Edição 40
20.12.2021 • 26.12.2021
Edição 39
13.12.2021 • 19.12.2021
Edição 38
06.12.2021 • 12.12.2021
Edição 37
29.11.2021 • 05.12.2021
Edição 36
15.11.2021 • 21.11.2021
Edition 35
08.11.2021 • 14.11.2021
Edition 34
25.10.2021 • 31.10.2021
Edição 33
18.10.2021 • 24.10.2021
Edição 32
11.10.2021 • 17.10.2021
Edição 31
04.10.2021 • 10.10.2021
Edição 30
27.09.2021 • 03.10.2021
Edição 29
20.09.2021 • 26.09.2021
Edição 28
13.09.2021 • 19.09.2021
Edição 27
30.08.2021 • 05.09.2021
Edição 26
23.08.2021 • 29.08.2021
Edição 25
16.08.2021 • 22.08.2021
Edição 24
09.08.2021 • 15.08.2021
Edição 23
02.08.2021 • 08.08.2021
Edição 22
26.07.2021 • 01.08.2021
Edição 21
19.07.2021 • 25.07.2021
Edição 20
12.07.2021 • 18.07.2021
Edição 19
05.07.2021 • 11.07.2021
Edição 18
28.06.2021 • 04.07.2021
Edição 17
21.06.2021 • 27.06.2021
Edição 16
14.06.2021 • 20.06.2021
Edição 15
07.06.2021 • 13.06.2021
Edição 14
31.05.2021 • 06.06.2021
Edição 13
24.05.2021 • 30.05.2021
Edição 12
17.05.2021 • 23.05.2021
Edição 11
10.05.2021 • 16.05.2021
Edição 10
03.05.2021 • 09.05.2021
Edição 9
26.04.2021 • 02.05.2021
Edição 8
19.04.2021 • 25.04.2021
Edição 7
12.04.2021 • 18.04.2021
Edição 6
05.04.2021 • 11.04.2021
Edição 5
29.03.2021 • 04.04.2021
Edição 4
22.03.2021 • 28.03.2021
Edição 3
15.03.2021 • 21.03.2021
Edição 2
08.03.2021 • 14.03.2021
Edição 1
01.03.2021 • 07.03.2021